quarta-feira, 2 de julho de 2008

Comerciantes de Jaraguá do Sul querem substituir sacola de plástico


Dados do Ministério Público indicam que 9,7% de todo o lixo produzido no Brasil são formados pelo plástico, que pode levar séculos para desintegrar. Em 18 de junho de 2008, a Associação Catarinense de Supermercados (Acats) e o Ministério Público assinaram um termo de cooperação para reduzir em 30% o uso das sacolas plásticas no estado.

O uso de sacolas retornáveis pode reduzir o percentual de plástico nas 70 toneladas de lixo produzido por Jaraguá do Sul. Essa proposta começa a ganhar força nos supermercados. Mas a mudança na rotina no momento das compras vai depender de uma decisão dos consumidores.

Para Luci Lagedo, chefe de educação ambiental da Fundação Jaraguaense de Meio Ambiente (Fujama), a diminuição do uso de sacolas plásticas depende de uma mudança de comportamento dos consumidores. Luci coordena um projeto que promove palestras em empresas e escolas para conscientizar a população sobre o uso do plástico.

Leia mais no DC.

Um comentário:

Thatha disse...

Muito bom isso.
Muito boa a divulgação do blog. Meio Ambiente é um tema muito comentado hoje em dia. Cada um ajudando um pouco dá pra amenizar o problema.